Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Horas Vagas

Horas Vagas

30
Jan19

Quando foi a última vez que receberam um elogio?*

Acho que vivemos numa sociedade demasiado competitiva, crítica e invejosa. É tão mais fácil apontar o dedo do que ter uma palavra amiga, já repararam nisso? Talvez por isso, uma pessoa lide melhor com uma crítica, que é o prato do dia e aprende desde cedo a ignorar, do que com um elogio. E nesta onda negativa, uma pessoa também acaba por ser mais crítica consigo mesma, sempre a tentar melhorar, que nem repara ou valoriza o que tem de bom. Mas, felizmente, ainda existem pessoas queridas (para além dos nossos maridos e famílias) que nos apoiam e reforçam o que temos de melhor, afirmando que acabamos por ser uma inspiração para elas (que não é de todo o meu propósito).

 

Cuidar mais de mim. Tenho sido apoiada e elogiada por arranjar força de vontade para cuidar mais de mim (falo das minhas idas ao ginásio), mesmo com um filho pequeno. Faz-me bem. Fisicamente e mentalmente. E isso deve-se notar que já inspiramos mais alguém a juntar-se ao "nosso clube".

 

Ser descomplicada (para mãe de primeira viagem). Quando passamos por situações muito complicadas (o nascimento prematuro do pequeno), só nos resta uma opção: descomplicar, para bem da nossa saúde mental. Ao contrário do que seria de esperar, não nos fechamos numa redoma, não deixei de conviver, sair ... Como sempre ouvi o lado "negro" da maternidade (ainda estou para descobrir como nasceu a vontade de ser mãe com tantos testemunhos negativos!), já estava mentalmente preparada para o pior. É claro que uma coisa é nós imaginarmos, outra é passar por elas, mas, felizmente, calhou-me um menino bonzinho na rifa e até foi uma adaptação calma.

 

Viajar com o pequeno. Devido aos tais testemunhos negativos, pensei que a nossa vida social terminasse com o nascimento dele, mas, no nosso caso, vimos que não fazia sentido abdicar das nossas rotinas por causa dele, nem deixa-lo para trás nas nossas aventuras. Ele veio para fazer parte da nossa vida e nós queremos curtir a vida ao máximo com ele. É claro que viajar a dois é diferente do que viajar a 3, 4 ... mas tudo é possível.  Lá está, há que descomplicar. E é bom ver outros casais a fazer o mesmo.

 

Ser assertiva. Acho que foi o melhor elogio que recebi até hoje, ainda para mais vindo de quem veio - uma pessoa muito exigente.

 

É bom receber este tipo de elogios, de saber que ainda existe pessoas amavéis, mas lembrem-se, cada um deve inspirar-se na sua própria vida, em si mesmo, não é só os outros que têm coisas boas. Vida saudável não passa só pela prática de exercicio fisíco e alimentação saudável, mas também pela forma como nós nos vemos (e aos outros).

 

E com isto fica a minha última pergunta: qual foi a última vez que se elogiaram? (Talvez esteja na hora de reconhecermos o nosso valor)

 

* post guardado em rascunho, no seguimento "do que ficou por dizer em 2018".

17
Dez18

1 ano de ginásio

Fez 1 ano, em Outubro, que decidi enfiar-me num ginásio. Como tive que desmarcar a pesagem no final de Outubro e depois meteram-se as férias, só consegui fazer o balanço nos finais de Novembro.

 

- 4kg

 

A nível de peso não foi muito mas a nível de volume corporal a diferença foi bastante notória, todos repararam que emagreci. Eu voltei ao meu "eu" antigo, a sentir-me bem comigo mesma.

 

Resumindo um pouco a minha história, poucos meses antes de engravidar, ganhei 5kg do que era habitual devido aos nervos e medicação da minha operação. Foram uns 5kg toleráveis. Com a gravidez ganhei apenas 6kg e perdi-os bem, apenas sentia o corpo um pouco mais flácido, o que é normal. O problema começou a surgir um ano (coisa menos coisa) depois do parto, ganhei algum volume corporal (sem ganhar kgs!) e alguma celulite - coisa que nunca tive até aqui. [Deve ter sido o meu presente na entrada dos 30!] Pela primeira vez na vida, não gostava do que via. Uma coisa era eu andar insatisfeita com isto ou aquilo no meu corpo mas sentir-me bem no conjunto, outra coisa foi deixar de reconhecer-me em frente ao espelho.

 

Era hora de fazer qualquer coisa, mas, confesso, a vontade não era muita. Sem motivação, sem vontade de abdicar do nosso tempo em família, de alterar rotinas. Posso dizer que fui a custo, pela mão do meu marido, mas ainda bem que tive este empurrão. Recuperei-me. Já me reconheço. O problema vai ser a partir daqui, como já me sinto bem comigo mesma não tenho pressas de chegar à meta, ao meu objectivo final. Mas tenho de aprendar a fechar a boca. A poucos e poucos vamos lá. O mais importante já eu ganhei. 

30
Out18

Manter a hidratação no tempo frio

404df1f336b88073cbd539a5cde9bcc3.jpg

 Agora que o calor já se foi, a minha vontade de beber água diminuiu drasticamente, já não consigo beber a quantidade de água essencial para o organismo. No verão costumo beber imensa água sem sacrifícios, mas com o frio a conversa é outra, até me esqueço que tenho de ingerir líquidos. Uma dica simples e eficaz é substituir a água por chá. E para quem for mais preguiçoso, ter sempre um termo com chá feito para ir consumindo ao longo do dia. O chá sabe ainda melhor neste tempo mais frio, tem vários sabores agradáveis, ajuda a aquecer as mãos e a alma, a relaxar e a manter-nos hidratados. Sou completamente viciada em chás! Esta dica resultou muito bem comigo.

 

|Imagem: Mikuta|

24
Mai18

Queques saudáveis

Ando sempre à procura de novas ideias para pequenos-almoços e lanches saudáveis, o meu calcanhar de Aquiles porque, como sabem, por mim era tudo despachado a sandes e torradas! Não só porque adoro pão e queijos, mas também porque não tenho grande criatividade para variar. Mas em boa hora vi uma receita do Marco Costa que me pareceu deliciosa e com aprovação de todos cá de casa: os queques saudáveis. É uma receita super simples e rápida. 

 

horasvagas_quequessaudaveis.jpg

Ingredientes:

  • 250g Aveia 
  • 5g Fermento
  • 100g Açúcar de Côco (eu usei amarelo porque não encontrei o de côco)
  • 250g Leite de Amêndoa
  • 50g Proteina de Baunilha (opcional-eu não usei)
  • 100g Olêo de Côco
  • 160g Manteiga de Amendoim 
  • Amendóins 

 

Preparação:

- Pré-aquecer o forno a 200º

- Triturar a aveia até se transformar em farinha (eu triturei na Yammi 1 - 40seg na velocidade8/9)

- Misturar os ingredientes por ordem, excepto a manteiga de amendoim e o oléo de côco que precisam ser derretidos (utilizei o microondas). A receita não utilizava robot de cozinha mas eu misturei tudo na fiz na Yammi 1, 2min na velocidade 4.

- Depois de derretido, acrescentar a manteiga de amendoim e o oléo de côco e misturar tudo mais 1min na velocidade 4.

- Colocar a massa em formas (usei de silicone) e decorar com os amendoins torrados.

- Deixar no forno cerca de 20min. 

Pesquisar

Sigam-me

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D