Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Horas Vagas

Horas Vagas

30
Out18

Manter a hidratação no tempo frio

404df1f336b88073cbd539a5cde9bcc3.jpg

 Agora que o calor já se foi, a minha vontade de beber água diminuiu drasticamente, já não consigo beber a quantidade de água essencial para o organismo. No verão costumo beber imensa água sem sacrifícios, mas com o frio a conversa é outra, até me esqueço que tenho de ingerir líquidos. Uma dica simples e eficaz é substituir a água por chá. E para quem for mais preguiçoso, ter sempre um termo com chá feito para ir consumindo ao longo do dia. O chá sabe ainda melhor neste tempo mais frio, tem vários sabores agradáveis, ajuda a aquecer as mãos e a alma, a relaxar e a manter-nos hidratados. Sou completamente viciada em chás! Esta dica resultou muito bem comigo.

 

|Imagem: Mikuta|

23
Abr18

Os meus erros para ser 'fit'

Antes de passar à partilha das minhas mudanças alimentares, às dicas que me foram fornecidas, quero fazer uma auto-análise dos meus erros porque é muito mais fácil solucionar um problema quando somos sinceros em reconhercer as suas causas.

 

Ser gulosa. Ponto número um e o cerne da questão. Não falo propriamente dos doces porque evito-os ao máximo, sobretudo tê-los cá em casa para não cair em tentações (mas o meu marido faz questão de trazê-los!), mas sou muito gulosa por pão, queijos, massas, molhos - comida italiana, senhores! Resumindo: tudo o que faz mal eu gosto. E sou daquelas gulosas que até pode já estar bem mas come sempre um bocadinho mais daqueles pratos preferidos por pura gulosice. 

 

Petiscar. A minha nutricionista diz que é por não trabalhar, que estando em casa acabo por ter a comida sempre à mão de semear. [O que ela não sabe é que eu trabalhava a partir de casa ...]. 

 

Comer fora. Os fins-de-semana costumam ser dias de descanso total (até da cozinha!) e acabamos por ir comer fora. Se dentro de quatro paredes tento levar uma alimentação o mais saudavel possivel, quando saimos o caso muda de figura, comemos tudo o que não comemos em casa (leia-se, fast-food!). Não seria muito grave se fosse uma vez por semana, o problema é que muitas vezes também sou desafiada durante a semana! [Para bem da minha linha, o melhor é pôr termo à minha vida social ...]

 

Falta de variedade. Considero que levo uma alimentação variada no que toca ao consumo de peixe, carne e comidas vegetarianas, mas no que toca aos acompanhamentos sou muito mais limitada, é quase tudo corrido com arroz, esparguete e saladas. Ando a esforçar-me para incluir novos acompanhamentos e apostar em ter mais legumes no prato - comer sempre sopa não é desculpa!

 

Falta de imaginação. Por mim, comia sempre torradas ou sandes ao pequeno-almoço e lanche (já disse que adoro pão e queijos?). As refeições intermédias são o meu calcanhar de Aquiles, algo que tenho vindo a melhorar.

 

Escassez de líquidos. Bebo imensa água de verão, mas de inverno o caso muda de figura, até me esqueço de consumir líquidos. Tenho adoptado a dica da minha nutricionista e tem ajudado.

 

Desinteresse pela musculação. Adoro aulas de grupo, já experimentei quase todas e gosto de muitas delas, mas a parte de musculação, ficar ali sozinha agarrada às máquinas é um bocado secante para mim, até tem sido posto de lado. Eu sei que é essencial para covertermos massa gorda em massa muscular mas é algo que não me cativa muito. Prometo que irei esforçar-me mais nas máquinas daqui para a frente [quiçá, até venha a fazer grunhidos estranhos como os musculados que andam para lá - me-do!] e irei pedir um novo plano de treinos.

14
Mar18

Bolo de iogurte com frutos vermelhos

E quando tu ligas a alguém a perguntar o que se passa porque já estás farta, fartinha de esperar e essa pessoa atende o telemóvel com voz de quem acabou de acordar?! Olhem, é cá uma coisinha que me dá! Anda uma pessoa a adiar a sua vida (tendo assuntos importantes para tratar) para ajudar o próximo e ainda leva com atitudes que só demonstram falta de responsabilidade e de respeito. E depois sou eu que tenho mau-feitio!

 

No compasso da espera deu-me para fazer um bolo. O bolo de iogurte com fruta é um dos meus preferidos, já fiz com morangos (receita original da Yammi) e com banana para o aniversário do pequeno e todos adoraram. Desta vez decidi gastar os frutos vermelhos que tinha congelados e o resultado também foi bom. Deixo-vos a minha receita adaptada, se quiserem é só mudar a fruta a vosso gosto.

horasvagasblog_bolodeiogurtecomfrutosvermelhos.jpg

 Ingredientes:

  • 300g manteiga amolecida
  • 150g açúcar 
  • 4 ovos
  • 150g farinha de trigo
  • 150g farinha integral
  • 1 colher chá de fermento
  • 250g iogurte (grego) natural
  • 300g fruta cortados em pedaços (morangos ou babana ou frutos vermelhos ...)
  • Manteiga e farinha para untar e polvilhar a forma

 

Preparação (como no livro da Yammi 1):

Pré aquecer o forno a 180º

Monte o misturador sobre a lâmina e deite a manteiga e o açúcar no copo, batendo 1min e 30seg na velocidade 4.

Programe 2min, na velocidade 4 e, com a máquina em funcionamento, deite os ovos, um a um.

De seguida, incorpore o iogurte e misture 30seg na velocidade 4.

Adiccione a farinha e o fermento e misture bem, durante 2min na velocidade 4.

Finalmente, retire o misturador, acrescente a fruta (os frutos vermelhos, neste caso) e misture com a espátula.

Verta para uma forma, untada com manteiga e polvilhada com farinha, e leve ao forno durante 45min.  

Pesquisar

Sigam-me

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D